contorno
corporal

conheça nossas cirurgias
e procedimentos para o corpo

A parede abdominal é constituída basicamente por três elementos: a pele, o tecido subcutâneo com o tecido gorduroso e os músculos abdominais. Alterações em qualquer um destes elementos isoladamente ou em associação determina o grau de deformidade do abdome e assim, um tratamento específico.

A Abdominoplastia é um procedimento realizado para melhorar a forma do abdome pela remoção do excesso de gordura e de pele e reposicionando a musculatura.

As melhores candidatas para a abdominoplastia estão em boas condições clínicas e físicas, apresentam excesso de pele ou de gordura que não melhoram com exercícios ou dieta. Este procedimento também pode beneficiar aquelas pacientes que apresentaram grande diminuição de peso ou com perda da elasticidade da pele por estrias.

FICHA TÉCNICA

Nome técnico: Abdominoplastia ou Dermolipectomia abdominal

Parte do corpo: abdome

Idade recomendada: a partir do aparecimento dos problemas

Anestesia: peridural e sedação ou geral

Duração da cirurgia: de 2 a 4 horas

Permanência no hospital: geralmente 1 dia

Cicatriz: na altura do abdome, pode ser escondida sob o biquíni e no umbigo

Pré-operatório: exames de laboratório

Pós-operatório: uso de malha compressiva

Tempo de recuperação: 2 a 3 semanas

Dica: evitar tomar sol no local da cicatriz durante três meses

Lipoaspiração ou lipoescultura é uma técnica cirúrgica que consiste na retirada de gordura localizada em áreas distintas do corpo através de pequenos orifícios na pele onde são introduzidas cânulas de vários tamanhos e conectadas a um aspirador à vácuo. Geralmente infiltra-se uma solução contendo adrenalina para facilitar a aspiração de gordura e diminuir o sangramento antes de iniciar o procedimento.

A lipoescultura é a combinação de lipoaspiração com a utilização da gordura aspirada para dar forma e volume em outras regiões do corpo como glúteos, lábios, maçãs do rosto e depressões nas coxas e pernas. Com a lipoaspiração e lipoescultura pode-se alcançar grandes mudanças na forma do corpo.

O cirurgião plástico esculpe o corpo, utilizando parte da gordura aspirada para preencher outras regiões, como os glúteos, culotes, sulcos da face ou qualquer outra região do corpo que apresente depressões passíveis de serem corrigidas pela lipoescultura (também chamada de lipoenxertia).

Pode ser realizada apenas a lipoaspiração ou em associação a outras cirurgias plásticas para alcançar melhores resultados.

FICHA TÉCNICA

Nome técnico: Lipoaspiração ou Lipoescultura

Parte do corpo: culote, quadril, abdome, interior de coxas, interior de joelhos, braço, queixo duplo, entre outras regiões do corpo

Idade recomendada: após a adolescência, quando cessar o crescimento

Anestesia: local com sedação, peridural ou geral

Duração da cirurgia: em média 1 hora

Permanência no hospital: entre 8 e 24 horas

Cicatriz: como o corte é pequeno (menos de um centímetro), a cicatriz geralmente fica escondida numa prega natural

Pré-operatório: exames de laboratório de rotina

Pós-operatório: uso de malha compressiva

Tempo de recuperação: 5 a 7 dias

Dica: não fazer esforços, como pegar em pesos, nos primeiros 20 dias e evitar a posição sentada durante muito tempo, especialmente, nos primeiros dias

Lipoaspiração cervical ou cérvico-facial, que remove o excesso de gordura da região cervical, conhecida como papada, ou da face mudando seu aspecto e melhorando sua forma. A idade não está presente só na região do rosto. O pescoço influi muito na aparência jovial da face. Afinal de contas, para conseguir um contorno facial bonito, com um pescoço lisinho, a face toda tem de estar em equilíbrio. Em uma única cirurgia é possível rejuvenescer as áreas do contorno do rosto e pescoço e acabar com a papada.

FICHA TÉCNICA

Nome técnico: Lipoaspiração Cervical ou Cérvico-facial

Parte do corpo: contorno da face e pescoço

Idade recomendada: a partir dos 17 anos

Anestesia: local com sedação (na maioria dos casos)

Duração da cirurgia: em média 1 hora

Permanência no hospital: segundo orientação médica

Cicatriz: nenhuma visível

Pré-operatório: exames laboratoriais, eletrocardiograma, radiografia de tórax e sessões de drenagem linfática pré-operatórias

Pós-operatório: utilização de máscara de compressão e sessões de drenagem linfática

Tempo de recuperação: 1 semana

Dica: evitar exposição solar por 30 dias.

A Mamoplastia de aumento é uma cirurgia para aumentar o tamanho da mama, conferindo-lhes um aspecto natural, mas com maior volume. Para tal, são colocados implantes mamários sob o tecido mamário ou submuscular. Existem diferentes tipos de implantes que podem ser usados, com diferentes dimensões e materiais, conforme discutiremos adiante.

Este procedimento cirúrgico permite melhorar a forma e volume da mama ou criar simetria, conferindo às mulheres uma maior confiança, melhorando, assim, a sua autoestima.

FICHA TÉCNICA

Nome técnico: Mamoplastia de aumento

Parte do corpo: Mamas femininas

 Idade recomendada: a partir dos 18 anos.

 Anestesia: local com sedação (na maioria dos casos).

Duração da cirurgia: em média 1 hora e meia

Permanência no hospital: até 12 hs

Cicatriz: discreta, periareolar inferior ou no sulco infra-mamário ( de 4 cm). Após um ano fica imperceptível, em caso de boa cicatrização e tomando os cuidados

Pré-operatório: exames de laboratório

Pós-operatório: pode ser necessário uso de fita de compressão ou sutiã desportivo para suporte extra e posicionamento dos implantes mamários.

Tempo de recuperação: 15 a 30 dias

Dica:  é importante evitar exercício e atividade física durante algum tempo após a cirurgia, sob pena de ocorrem complicações

Comumente referida como cirurgia de lifting de mama, a Mastopexia reposiciona a aréola e o tecido mamário, removendo o excesso de pele e comprimindo o tecido para compor o novo contorno da mama. Dessa forma, os seios serão remodelados para que fiquem com uma aparência mais firme, arredondada e empinada.

A Mastopexia não exige o uso de prótese, no entanto pode ser realizada combinada à colocação de implantes de silicone. Alinhada à expectativa da paciente, o cirurgião plástico avaliará a quantidade e qualidade de pele e tecido mamário, para definir se há necessidade de uso de prótese.

FICHA TÉCNICA

Nome técnico: Mastopexia

Parte do corpo: Mamas femininas

Idade recomendada: a partir dos 18 anos.

Anestesia: local com sedação para mamas

Duração da cirurgia: de até 2hs

Permanência no hospital: de 12 a 14hs

Cicatriz: em forma de “T” invertido ou “I” (na vertical inferior e em torno da aréola), a cicatriz é proporcional ao tamanho da mama

Pré-operatório: exames de laboratório

Pós-operatório: uso de curativos sobre as incisões e bandagem elástica ou sutiã para minimizar o inchaço e sustentar a mama

Tempo de recuperação: 20 a 30 dias

Dica:  a cirurgia de mama não interfere na gravidez, mas, se você estiver planejando ter filhos, deve saber que a pele da mama pode estirar, podendo perder os resultados da mastopexia, com a possibilidade de dificuldade de amamentação após a cirurgia

A Mamoplastia Redutora, ou cirurgia de redução mamária, é um procedimento utilizado para remover o excesso de gordura, tecido e pele da mama.

Geralmente, na presença de mamas grandes (macromastia), pode optar por realizar a cirurgia de redução mamária para aliviar o desconforto ou para alcançar um tamanho do peito proporcional ao seu corpo.

Mamas desproporcionalmente grandes podem causar sofrimento físico e emocional, frequentemente devido ao peso excessivo da mama. A mamoplastia redutora pode também ajudar nestes aspetos melhorando, a autoestima e a capacidade de participar em atividades físicas, de uma forma mais confortável.

FICHA TÉCNICA

Nome técnico: Mamoplastia redutora

Parte do corpo: Mamas femininas

Idade recomendada: a partir dos 15 anos.

Anestesia: geral (na maioria dos casos)

Duração da cirurgia: de 2 a 3hs

Permanência no hospital: de 12 a 14hs

Cicatriz: em forma de “T” invertido ou “I” (na vertical inferior e em torno da aréola), a cicatriz é proporcional ao tamanho da mama

Pré-operatório: exames de laboratório

Pós-operatório: uso de curativo e tubo para drenagem de qualquer excesso de sangue ou fluido

Tempo de recuperação: 20 a 30 dias

Dica:  é importante evitar exercício e atividade física durante algum tempo após a cirurgia, sob pena de ocorrem complicações

Gluteoplastia é a colocação de implantes de silicone no bumbum. Ela é indicada para todos os pacientes que querem aumentar o bumbum, e é uma cirurgia muito procurada, mas pouco comentada. Existe um pré-conceito com relação a essa cirurgia por conta de resultados feios que são vistos na internet e chamam muita atenção. Nestes casos, precisamos ressaltar, que neles a técnica usada não foi bem aplicada e a prótese pode ter ficado muito visível.

Ela é indicada pacientes muito magras ou com pouco tecido (pele e músculo) na região e que um enxerto de gordura não faria diferença porque a paciente não vai ter área doadora e, a pouca gordura que tiver, parte vai ser absorvida pelo organismo. Para pacientes que não tem gordura corporal, que são muito magras e o tecido do bumbum é muito pequeno, vai precisar do implante de silicone.

FICHA TÉCNICA

Nome técnico: Gluteoplastia de aumento

Parte do corpo: Nádegas

 Idade recomendada: Após a adolescência

 Anestesia: Peridural ou geral

Duração da cirurgia: Em média 1 hora e meia

Permanência no hospital: No mínimo 24 hs

Cicatriz: No sulco interglúteo

Pré-operatório: Exames de laboratório

Pós-operatório: Pode ser necessário o uso de malha moderadora

Tempo de recuperação: 3 a 4 semanas

Dica:  na primeira semana é recomendado que a paciente não durma de barriga para cima e que evite se sentar

agende uma consulta e descubra
o melhor procedimento para você.

blog dr. iuri barbosa